A INTERNACIONALIZAÇÃO ROMPENDO FRONTEIRAS NO ENSINO SUPERIOR

Aurea Regina do Nascimento Santos

Resumo


A multiculturalidade característica dos novos tempos pressupõe profissionais diferentes, com capacidade de mobilidade e de se relacionar com diferentes culturas. Para formar esse profissional, o ensino superior se vê diante do desafio de se inserir, ele próprio, no contexto internacional, justificando o presente estudo, que buscou discutir o processo de internacionalização no âmbito do Instituto Federal do Piauí (IFPI), verificando como os programas governamentais e as ações internas voltadas para a expansão da internacionalização começaram a influenciar projetos de ensino, pesquisa e extensão no IFPI.


Palavras-chave


Ensino superior. Internacionalização. IFPI.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. LEI n.º 9394, de 20.12.96, Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. In: Diário Oficial da União, ano CXXXIV, n. 248, 23.12.96.

CAPES. Programa Ciência sem Fronteiras. Disponível em http://www.capes.gov.br. Acesso em: 18 nov. 2015.

De WIT, Hans. Internationalization of Higher Education in the United States of America and Europe: a historical, comparative, and conceptual analysis. Greenwood Studies in Higher Education, 2002.

GIL, A.C. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Atlas, 2002.

IAU. Internationalization Survey - Preliminary findings report, By Dr Jane Knight, PhD, 2006. Disponível na página eletrônica: . Acesso em: 15 nov. 2015.

KNIGHT, J. Un modelo de internacionalización: respuesta a nuevas realidades y retos. In: Educación Superior en América Latina: la dimensión internacional. Bogotá, Banco Mundial, 2005

MIURA, I. K. O processo de internacionalização da Universidade de São Paulo: um estudo de três áreas do conhecimento. Tese de Livre Docência, São Paulo, FEA-RP, 2006.

MOK, K. H. Questing for internationalization in east Asia: critical reflexions. In: Anais do Simpósio Internacional da Universidade de Osaka, 13 a 14 de janeiro de 2006, p. E-254-274.

MORHY, Lauro. Seminário de Relações Internacionais da UnB. Universidade de Brasília, maio de 2005.

NEVES, J. L. Pesquisa qualitativa: características, usos e possibilidades. In: Caderno de Pesquisas em Administração. Vol. 1, n.3. São Paulo, 1996, p. 17-21.

OLIVEIRA, A.R.M. Internacionalização da Educação: indicadores para a educação superior. In: Cadernos ANPAE n.4, 2007.

STALLIVIERI, L. Estratégias de Internacionalização das Universidades brasileiras. Caxias do Sul: Educs: 2004, 143 p. (coleção internacional).

SUDGEN, R. A small firm approach to the internationalization of universities: a multinational perspective. Higher Education Quarterly, v. 58, n. 2-3, p. 114-35, abril-julho 2004.

TELES, A. C. T. O. Internacionalização acadêmica: um percurso de desafios. Revista da UFG, v. 7, n. 2, dez. 2005. Disponível na página eletrônica: . Acesso em: 10 dez. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.